Pulmão artificial funciona…

0c4a87c6dab526be91bf0df6e6607807 Pesquisadores dos EUA anunciaram que criaram um pulmão artificial primitivo, com o qual ratos respiraram por várias horas, e disseram que isso pode ser um passo rumo ao desenvolvimento de novos órgãos feitos a partir das células dos próprios pacientes.

O trabalho, relatado na revista 'Nature Medicine', é o segundo em um mês a ser divulgado por pesquisadores que buscam maneiras de regenerar pulmões a partir de células comuns.

No novo estudo, Harald Ott e seus colegas do Hospital Geral de Massachusetts e da Escola Médica de Harvard, em Boston, retiraram células dos pulmões dos ratos e as colocaram em um biorretator, junto com vários tipos de células pulmonares humanas, simulando a pressão interna do organismo para produzir um pulmão funcional e flexível.

As células se implantaram e desenvolveram os diferentes tecidos pulmonares, segundo a equipe de Ott. Transplantadas para ratos, tais células funcionaram por cerca de seis horas, ainda que de modo imperfeito.

Os pesquisadores pretendem agora repetir a experiência com células-tronco mais imaturas. Células-tronco são o "manual de instruções" do organismo, capaz de dar origem a qualquer tipo de tecido. Quanto mais imatura, maior a capacidade de diferenciação celular. Células-tronco embrionárias ou as chamadas células-tronco pluripotentes induzidas (geneticamente alteradas) seriam ideais para isso.

"Quase 25 milhões de pessoas vivem com doença pulmonar obstrutiva crônica, e aproximadamente 120 mil pacientes morrem de doença pulmonar em estágio terminal anualmente só nos Estados Unidos", escreveram os cientistas.

"O transplante pulmonar continua sendo o único tratamento definitivo para a doença pulmonar em estágio terminal. Como com outros órgãos, porém, a oferta de doadores de pulmão é limitada. Em 2005, apenas um em cada quatro pacientes que esperavam um pulmão foi submetido a transplante", acrescentaram eles, citando dados da Rede Unida de Compartilhamento de Órgãos.

No mês passado, uma equipe da Universidade Yale, de Connecticut, implantou tecido pulmonar modificado em ratos, o que permitiu que os roedores respirassem por cerca de duas horas.

 

By: O Globo.

Digg Google Bookmarks reddit Mixx StumbleUpon Technorati Yahoo! Buzz DesignFloat Delicious BlinkList Furl

2 comentários: on "Pulmão artificial funciona…"

Nanael Soubaim disse...

Mais do que pulmões, precisamos de cérebros.

Ministério disse...

Olá blogueiro,
É muito importante também incentivar a doação de órgãos e conscientizar as pessoas sobre a importância deste gesto de solidariedade.
Para ser doador de órgãos não é preciso deixar nada por escrito. O passo principal é avisar a família sobre a vontade de doar. Os familiares devem se comprometer a autorizar a doação por escrito após a morte. Divulgue a ideia e salve vidas!
Para mais informações: comunicacao@saude.gov.br
Ministério da Saúde

Postar um comentário

Oiêee!
Obrigada por visitar meu blog. Volte sempre.

Related Posts with Thumbnails